quarta-feira, 22 de maio de 2013

A prefeitura do município de Santa Rosa do Purus realizou no dia 14 de maio, a Conferência das Cidades etapa municipal.

alt
A cidade  só  têm acesso ao restante do estado por meio de transporte aéreo ou fluvial e está localizada em área de preservação ambiental de fronteira e compostas por população tradicional.
Em Santa Rosa do Purus região de fronteira, 48 aldeias de três etnias compõem a população do município. No debate, ações de políticas públicas que atendam as comunidades indígenas foram propostas e serão encaminhadas à etapa estadual da Conferência das Cidades.
A principal discussão do município de Santa Rosa foi a questão do meio de transporte adequado para as regiões de difícil acesso da Amazônia.

altA prefeita em exercício Marcela




 Nascimento(PPS) que foi eleita vereadora em Santa Rosa do Purus pelo PPS na coligação Frente da Cidadania e a Força do Povo, com 87 votos (4,03% dos votos). Na condição de vice-presidente da Câmara de vereadores, ela assumiu a prefeitura de Santa Rosa na ausência do Prefeito, vice, e presidente da câmara que viajaram para lutar por mais recursos para o município. 
“Nos diferenciamos dos demais municípios do estado por vários motivos, e o principal deles é a questão do acesso até aqui que é extremamente difícil, só se dá por barco ou avião pequeno, portanto, nosso desejo aqui é que sejam investidos recursos suficientes para a aquisição de barcos e até avião pequeno adequados que serão essenciais para o desenvolvimento de Santa Rosa”, disse o padre da cidade, Francisco de Oliveira.
A comunidade indígena se fez presente de forma bastante expressiva e propôs ações de políticas públicas que incentivem a produção de artesanato indígena com o objetivo de expandir a cultura e gerar renda para o município.
Fonte: Agência de Noticias Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário