terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Rivelino Mota: "Encontrei a prefeitura em estado deplorável"

O prefeito diz que de todas as pendências, as que mais prejudicaram a administração foi o atraso da folha de dezembro de 2012, e a devolução aos cofres da União de R$ 81.174,40.
 
Fonte: Agência ContilNet
 
O prefeito Rivelino Mota (PSDB) enviou documento ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde expõe os motivos de ter decretado situação de emergência no município de Santa Rosa do Purus.

De acordo com ele, ao assumir o mandato, no dia primeiro de janeiro deste ano, encontrou o município em situação deplorável

A única ambulância está parada por falta de manutenção

O maquinário do município está sucateado, segundo o prefeito

"O fato de não ter havido transição, por questões menores, impediu qualquer planejamento e mesmo uma previsão de como realmente iríamos receber as contas publicas", justifica o gestor.
Ele diz que a primeira medida administrativa do município foi convocar a equipe das secretarias de Administração e Finanças, juntamente com o assessor jurídico, para fazer um levantamento prévio da situação em que se encontravam todos os setores geridos pela prefeitura.
A Exposição de Motivos elaborada pela Chefe de Gabinete da Prefeitura, Mirlene Maria das Chagas Silva e pelo Assessor Jurídico, Rodrigo de Araújo Lima, expõe problemas graves, como a não quitação da folha de pagamento do mês de dezembro e pendências com empresas de energia elétrica, telefonia, água e esgoto, encargos sociais e fornecedores.
"Somente a dívida com o fornecedor de combustível ultrapassa a valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais)", diz o documento.

"Diante deste lamentável cenário, tomamos a decisão de decretar situação de emergência administrativa e financeira no município de Santa Rosa do Purus, respaldado juridicamente nos artigos 3º e 12 da Lei Orgânica do Município e visando comprimir as premissas da administração públicas contidas no art. 37 da CF", diz ainda o relatório enviado ao TCE.


Todos os veículos da prefeituras estão em situação deplorável, denuncia o novo gestor


                    A limpeza da cidade foi um grande problema nos primeiros dias de administração



                      Todos os barcos da prefeituras estão com motores quebrados ou sucateados

Nenhum comentário:

Postar um comentário