sexta-feira, 30 de março de 2012

4° Encontro Estadual de Conselheiros e ex-Conselheiros Tutelares é iniciado em Rio Branco

GOVERNO DO ESTADO ACRE: Conselheiros e ex-conselheiros tutelares do Acre participam nesta quinta-feira, 29, e sexta, 30, do quarto encontro da categoria. Durante o evento serão discutidos avanços e desafios desses profissionais e serão apresentados os candidatos que irão concorrer à diretoria dos demais órgãos da entidade.
O presidente da Associação dos Conselheiros e Ex-Conselheiros do Acre, Jota Conceição, explica que essa eleição acontecerá de maneira democrática. Ele lembra que os conselheiros são importantes na sociedade por representarem a comunidade na reivindicação dos direitos das crianças e adolescentes.
O secretário de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Nilson Mourão, disse que o governador Tião Viana determinou que as questões que dizem respeito às crianças e adolescentes devem ser prioritárias em seu governo.
“E cabe à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos formalizar, apoiar e dar integral assistência aos conselheiros. Eles têm vínculos com as prefeituras, mas são órgãos autônomos da sociedade civil, e nos cabe dar apoio a eles. Acabamos de celebrar um convênio com a classe dando aos conselhos um veículo novo. Todos os municípios do Acre foram contemplados. Foram entregues 23 veículos, sendo que Rio Branco tem dois por ter aqui dois conselhos tutelares”, afirmou Mourão.
César Messias, vice-governador do Estado, participou da abertura do encontro estadual de conselheiros tutelares e garantiu que o governo do Estado está muito atento às discussões em torno da garantia de direitos de crianças e adolescentes. “Hoje, por meio do secretário Nilson Mourão, realiza-se essa reunião para que possamos criar uma união entre os conselhos e sua forma de atuar na defesa de crianças e adolescentes.”

Energia Sustentável do Brasil vai patrocinar cursos técnicos no Acre

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE: Você é jovem e quer se preparar para o mercado de trabalho, mas, quer um desafio inovador, algo relacionado com tecnologia e numa área em que possa fazer carreira? Fique de olho que a oportunidade está próxima. A empresa Energia Sustentável do Brasil, que vai operar a Usina Hidrelétrica de Jirau, vai contratar 350 jovens até 2015 para as áreas operacional, administrativa, financeira e de manutenção e, para formar a mão de obra necessária, vai patrocinar cursos técnicos através dos institutos de ensino.

O diretor presidente da Energia Sustentável do Brasil, Victor Paranhos, o diretor institucional, José Lucio Arruda Gomes, e o diretor de Operações, Isac Teixeira, acompanhados pelo deputado federal Sibá Machado, se reuniram na tarde desta quarta-feira, 29, com o governador Tião Viana (Angela Peres/Secom)



O















O diretor presidente da Energia Sustentável do Brasil, Victor Paranhos, o diretor institucional, José Lucio Arruda Gomes, e o diretor de Operações, Isac Teixeira, acompanhados pelo deputado federal Sibá Machado, se reuniram na tarde desta quarta-feira, 29, com o governador Tião Viana para apresentar a proposta de oferta de cursos para os jovens acreanos.

O governador Tião Viana agradeceu a iniciativa, colocou o estado à disposição  (Angela Peres/Secom)
O governador Tião Viana agradeceu a iniciativa, colocou o estado à disposição (Angela Peres/Secom)
No Acre a parceria será com o Sistema Nacional da Indústria (Senai) e Instituto Federal do Acre (Ifac). Os cursos terão duração de 1 ano e meio e serão em diversas áreas, com maior foco em eletromecânica. “A ideia é despertar a garotada para a tecnologia, são áreas novas, que as vezes um jovem não conhece, mas descobre e gosta. Quem não entrar nas vagas disponibilizadas pela Energia Sustentável do Brasil estará, de qualquer foram, fica preparado para o mercado de trabalho”, disse José Lucio de Arruda Gomes, diretor Institucional.

Segundo o diretor presidente da Energia Sustentável do Brasil, Victor Paranhos, a Hidrelétrica de Jirau começa a funcionar ainda este ano. “Nós temos um compromisso em contratar mão de obra jovem principalmente dos estados do Acre e Rondônia. Além disso, queremos firmar uma parceria longa com o governo para a troca de tecnologias e experiências”, ressaltou.

O deputado Sibá Machado trabalhou em Jirau por dois anos. “Sempre cobrei algo que pudesse nos ajudar e agora, com a abertura de novo empregos, mais qualificados e permanentes, os acreanos estão contemplados”, disse. O governador Tião Viana agradeceu a iniciativa, colocou o estado à disposição. “Tenham no Acre um estado amigo. Essa possibilidade de empregos para os nossos jovens é fantástica. Nosso interesse é esse: trabalho para o nosso povo”, comentou.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Aurélio Cruz é empossado secretário de Habitação e Interesse Social

O ex-superintendente da Caixa Econômica Federal foi nomeado nesta terça-feira, 27, pelo governador Tião Viana, para o cargo de secretário de Habitação, que antes era acumulado pelo secretário de Obras Pública, Wolvenar Camargo (Sérgio Vale/Secom)
GOVERNO DO ESTADO DO ACRE: O novo secretário de Habitação e Interesse Social do governo Tião Viana, Aurélio Cruz, assume a pasta com a missão de coordenar o maior programa habitacional do Estado. O ex-superintendente da Caixa Econômica Federal foi nomeado nesta terça-feira, 27, para o cargo, que antes era acumulado pelo secretário de Obras Pública, Wolvenar Camargo.
Aurélio traz na bagagem a experiência de 22 anos de carreira na Caixa Econômica Federal, seis como superintendente, e com o jogo de cintura necessário para desenrolar a burocracia dos projetos habitacionais. “Ele vem para somar, para nos ajudar com essa área tão importante que é a habitação. A contribuição dele é muito importante, porque a maior parte dos nossos projetos é desenvolvida em parceria com as instituições financeiras, que ele conhece bem”, disse o secretário de Obras Públicas.
O Acre é o primeiro Estado do Brasil que deve zerar o déficit habitacional. Em 2011, graças a uma política de continuidade, iniciada pelo governador Jorge Viana e desempenhada com afinco por Binho Marques, o governador Tião Viana entregou 4,2 mil casas populares. Este ano, até o mês de agosto, mais 3,7 mil unidades devem ser entregues, e está em curso o maior programa habitacional da história do Estado - a Cidade do Povo, com 10,5 mil residências, acompanhadas de toda a infraestrutura necessária para a qualidade de vida da população: escolas, unidades de saúde, segurança e lazer.
“Aurélio assume a pasta com um desafio grande, que é conduzir o projeto habitacional mais ousado do Acre. Ele traz uma boa experiência, vai ajudar o Wolvenar, que tem mais de 800 obras sob sua responsabilidade", disse o governador Tião Viana (Sérgio Vale/Secom)
“Aurélio assume a pasta com um desafio grande, que é conduzir o projeto habitacional mais ousado do Acre. Ele traz uma boa experiência, vai ajudar o Wolvenar, que tem mais de 800 obras sob sua responsabilidade, e somar esforços nesse propósito que é honrar o povo do Acre. O novo superintendente [da Caixa] também traz uma bagagem de muitos anos lidando com projetos sociais e habitacionais e tenho certeza que também irá contribuir conosco”, disse o governador Tião Viana.
O novo secretário agradeceu aos companheiros da Caixa Econômica, fez um breve balanço dos avanços que a instituição teve de 2005 pra cá, e disse que a maior contribuição que traz para o governo é o entusiasmo. “Estou muito feliz porque vou fazer o que mais gosto. A habitação é o lar. Não tem como falar de cidadania, de dignidade, se não houver um lar. Vou me empenhar bastante pra ajudar a realizar sonhos. A parte de habitação era uma das minhas preferidas na Caixa justamente por isso”, comentou Aurélio.
O novo superintendente da Caixa Econômica Federal, Anacleto Grosbelli, deixa a gerencia nacional de Programas Sociais para assumir a superintendência regional no Acre. “É um desafio, mas estou bastante empolgado, a receptividade do povo acreano é muito boa, afetuosa e tenho certeza que será possível desenvolver e dar continuidade ao trabalho que o Aurélio iniciou”, disse.


terça-feira, 27 de março de 2012

Dilma desembarca na Índia para reunião dos Brics

Dilma, com aparência bastante cansada, chegou acompanhada da filha, Paula, e de seis ministros que integram a comitiva. Na entrada do hotel, a presidente Dilma recebeu um Bindi, que é um apetrecho utilizado no centro da testa, próximo às sobrancelhas, representando o sexto sentido, terceiro olho ou olho da sabedoria.
A presidente evitou dar declarações à imprensa. No caminho, a comitiva presidencial fez uma parada técnica em Granada, na Espanha, onde deu uma volta na cidade e jantou.
Não há programação para hoje. A agenda oficial da presidente Dilma começa amanhã às 14h30, hora local, com a cerimônia de entrega do título de doutora honoris causa da Universidade de Nova Délhi. À noite, a presidente participa de jantar oferecido a todos os presidentes dos países integrantes dos Brics, encontro que oficialmente será aberto na quinta-feira.
Na tarde de amanhã, a presidente poderá se reunir com o presidente da África, do Jacob Zuma.
A embaixadora Edileusa Fontenele Reis disse que o comunicado conjunto a ser assinado pelos cinco países deverá se concentrar principalmente em questões econômicas, principalmente tendo em vista a crise financeira mundial, além da implementação das reformas das instituições financeiras internacionais como FMI e Banco Mundial. O documento terá também uma parte política, já que há uma crise no Oriente Médio e Norte da África, que inspiram cuidados, no caso da Síria e no contexto da crise não se pode deixar de considerar a questão Israel e Palestina.
Questionada se a violência na Síria, especificamente, será citada no documento, a embaixadora Edileusa disse que "a condenação à violência será um denominador comum de todos os países que querem um fim da violência e a busca de uma solução diplomática e pacífica", ressaltando que os países não querem intervenção.
Segundo a embaixadora, a crise entre a China e o Tibete, que levou ontem um tibetano a atear fogo ao próprio corpo, em protesto contra a repressão praticada pelo presidente chinês Hu Jintao, não deverá ser tratada no documento dos países do Brics. "Não creio que entrará porque estamos mais preocupados com crises que eclodiram e que estão em um momento de grandes episódios de violência", comentou ela. "Não se pretende abordar especificamente sobre a questão do Tibete", comentou.
Ao lembrar a importância dos Brics, Edileusa citou que os cinco países emergentes em 2012 serão responsáveis por 56% do crescimento mundial. O G-7, grupo que reúne os sete países mais ricos do mundo, será responsável pelo crescimento de apenas 9,5%, menos que o que ocorrerá na América Latina. "A redução do crescimento da economia global é um assunto que preocupa a todos. Preocupa aos BRics, aos outros países em desenvolvimento e aos próprios países desenvolvidos", acentuou.
Outra proposta a ser discutida na reunião é a criação de um banco de desenvolvimento comum aos cinco países emergentes. "Deve ser anunciada não ainda a criação do banco, mas a constituição de um grupo de trabalho para estudar as modalidades de constituição do banco", afirmou ela, lembrando que o banco é muito importante porque cria uma "fonte alternativa de financiamento sobretudo para países em desenvolvimento".
Integram a comitiva os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel; da Ciência e Tecnologia, Marco Antonio Raupp; da Educação, Aloisio Mercadante; da Comunicação Social, Helena Chagas; do Turismo, Gastão Vieira; o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o secretario executivo da Fazenda, Nelson Barbosa.
Também fazem parte da comitiva os governadores de Sergipe, Marcelo Déda; e da Paraíba, Ricardo Coutinho.

INSS Intinerante realizaz trabalhos em Santa Rosa do Purus

Chega a Santa Rosa do Purus 02 servidores do INSS para dá assistência as pessoas que queiram se aposentar por idade e que queiram dá entradada no aucilio maternidade e outtros direitos adquiridos junto ao INSS.

Os servidores do INSS ficará na Cidade de Santa Rosa do Purus até sexta-feira dia 30 de março, onde irá dá toda assistência as pessoas que tem direito a algum beneficio.

O atendimento está sendo feito em uma das salas do predio da Prefeitura.

Foto: Sede do Poder Executivo Municipal de Santa Rosa do Purus, local onde está sendo feito o atendimento do INSS



sexta-feira, 23 de março de 2012

Projeto Água no Girau chega a 05 comunidades ribeirinhas do Município de Santa Rosa do Purus-Ac

Foto: A esquerda Secretário Municipal do Meio Ambiente João Julio Brandão Filho e a Direita Prefeito José Brasil, juntos trabalhando para desenvolver o Município de Santa Rosa do Purus, investindo em Projetos para dá melhores condições de vida aos moradores de Aldeias e  Comunidades Ribeirinhas

SANTA ROSA DO PURUS-AC: A Prefeitura de Santa Rosa Representada pelo Prefeito José Brasil, junto com o Secretário do Meio Ambiente o Senhor João Julio Brandão Filho, através do Projeto Água no Girau construíram 03 novas instalações nas comunidades ribeirinhas.

Desde o inicio do Projeto já foram beneficiadas 80 famílias, em um total de 05 comunidades , Nova Santa Helena, Colônia Moacir, Seringal Mamuria, Aldeia Repouso e Aldeia Fortaleza

Em entrevista com o Secretário Municipal de Meio Ambiente João Julio Brandão Filho, um dos mentores do Projeto, afirmou ao Blog do Narcisio, que até o final de 2012 quase todas as comunidades ribeirinhas iram receber o Água no Girau.

As comunidades ribeirinhas do Município de Santa Rosa do Purus, vem tendo uma atenção especial por parte do Prefeito José Brasil em vários seguimentos de sua administração, como na Saúde, Meio Ambiente, Educação, Esporte e Lazer e Agricultura.

Nos 19 anos de emancipação politica de Santa Rosa do Purus, nenhum Prefeito deu tanto apoio aos povos ribeirinhos, tanto na areá indígena como nas comunidades brancas.

Hoje Santa Rosa vive outro momento, e a tendencia é de melhorar, vários outros projetos serão invertidos nas aldeias e comunidades ribeirinhas.
Foto: Secretário João Julio e trabalhadores instalando Água no Girau Aldeia Repouso
População Ribeirinha satisfeita com o Paragrama Água no Girau 
Foto: Marcos Duarte Nóbrega encanador e eletricista e o ajudante Taim Macauba

Foto: Aldeia Repouso recebe Água no Girau

Foto: Final da tarde é hora de descanso 
Foto: na torneira Girau
Foto: agradecimento de um povo  feliz
Foto: Água no balde
Foto: Água no Girau
Foto: Água na sua casa na hora certa
Foto: água no Girau da sua casa
Foto: Eletricista Marcos Duarte realizando instalação elétrica nas comunidades ribeirinhas
Foto: Trabalhar Valdemar na construção dos girais para levantar as caixas dàguas
Foto: Marcos, um trabalhando com carinho para que a água chegue até as residencias dos moradores ribeirinhos
Foto: água na torneira 
Foto: Aldeias de Santa Rosa do Purus recebem água no Girau

Foto: Água no Girau chega até a Aldeia Nova Fortaleza

quinta-feira, 22 de março de 2012

Retrospectivas - Galeria de Fotos da Alagação de Santa Rosa do Purus - Acre

Final da Rua Profiro de Moura - Bairro CentroRua Profiro de Moura.Rua Coronel José Ferreira.Rua Profiro de Moura.Rua Profiro de Moura.Rua Profiro de Moura
.Rua Coronel José Ferreira.Rua Coronel José Ferreira.Rua Profiro de Moura.Rua Coronel José Ferreira.Rua Antonia Mendes.Travessa 1º de maio
.Rua Profiro de Moura - Igreja Assembléia de DeusRua Profiro de Moura.Rua Profiro de Moura

Durante quatro anos homem prendia e torturava mulher em Manoel Urbano

A Polícia Civil prendeu em um Seringal do Rio Purus, colocação Vitória no Municipio de Manoel Urbano o colono José Lázaro Saldanha Nunes, 40 anos.

O mesmo tinha chegado da Cidade de Santa Rosa do Purus, onde vivia com sua esposa aproximadamente 02 anos, em colônia localizada nop ramal Projeto Assentamento Santa Rosa no Km 06.

O acusado de manter a esposa, Meire Fernandes de Souza, 22, em cárcere privado durante quatro anos. Sob constantes agressões físicas e psicológicas, a mulher teria sido dominada pelo agressor que a castigava com pedaços de tabua e com facão, quebrando-lhe um dente superior, lesionando a visão esquerda, causando cegueira, além de vários cortes pelo corpo.
Durante o período em que permaneceu enclausurada em uma palafita a margem do Rio Purus, na divisa da cidade de Santa Rosa com Manoel Urbano, Meire Fernandes teria sido obrigada a fazer sexo forçado com o acusado, teve dois filhos, aos quais deu a luz na floresta sem a ajuda de médicos ou parteira (forma primitiva), sob imposição de José Lázaro.
Conforme a vítima, as agressões eram praticadas na frente das crianças, filhos do casal, que foram resgatadas pela equipe do delegado da Polícia Civil, Valdinei Costa, numa ação conjunta com a Polícia Militar e membros do Conselho Tutelar de Manoel Urbano.
Para chegar ao lugarejo, onde Meire Fernandes diz ter sido agredida pelo companheiro dela, José Lázaro, os policiais viajaram duas horas em uma caminhonete pela BR-364 e outras quatro horas em uma lancha (voadeira), pelo Rio Purus.  A polícia tomou conhecimento do drama de Meire, no último dia 7, após a vítima fugir de carona em um batelão que seguia para Sena Madureira.
Os sinais de agressão no corpo de Meire deixaram chocada a sociedade e familiares da mulher. O secretário da Polícia Civil Emylson Farias, viajou ao interior para checar, in loco, as diligências sobre o assunto e determinou que policiais da Regional Purus se mobilizassem para prender o acusado e procedessem junto ao Poder Judiciário, as medidas protetivas à Meire e seus filhos. O delegado Valdinei Costa ingressou com a representação de prisão preventiva contra José Lázaro que foi deferida pela juíza de direito Zenice Mota Cardozo. A diligência para prendê-lo começou por volta das 10h30 de sábado.
Chegando ao local, a equipe comandada pelo delegado Valdinei Costa e pelo subtenente/PM Carneiro, verificou que as crianças estavam ali, mas o pai delas, José Lázaro Saldanha Nunes, estava caçando com seu irmão, sendo preso após retornar da selva. O suspeito já se encontra recolhido ao presídio Evaristo de Moraes, em Sena.
Os mandados de busca e apreensão das crianças e o mandado de prisão preventiva contra José Lázaro foram deferidos pela juíza Zenice Mota que responde por Manoel Urbano, de forma rápida. A execução da ordem judicial contou com a participação dos policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Ambiental da PM.
“Na colocação constatamos uma situação de pobreza, onde vivem várias famílias, e o único meio para vir para Manoel Urbano é de barco pelo Rio Purus”, explicou o delegado Valdinei Costa. A autoridade policial ressaltou que devido à chuva forte que caiu na região o retorno teve maior grau de dificuldade.
No entanto, observa que diante dos fatos a operação foi um sucesso, primeiramente pela forma que seu deu, viajando uma longa distância, e segundo por resgatar as crianças e prender José lázaro. Por fim, as crianças foram entregues ao Conselho Tutelar de Manoel Urbano, que às conduzirá para Rio Branco para serem entregues a mãe, com o apoio da secretaria da Polícia Civil. Meire se encontra em lugar seguro, na capital.
O DRAMA CONTINUA – Em 1994, o Brasil assinou o documento da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher, também conhecida como Convenção de Belém do Pará. Este documento define o que é violência contra a mulher, além de e explicar as formas que essa violência pode assumir e os lugares onde pode se manifestar. Foi com base nesta Convenção que a definição de violência contra a mulher constante na Lei Maria da Penha foi escrita.
Segundo a Convenção de Belém do Pará, deve-se entender por violência contra a mulher qualquer ação ou conduta, baseada no gênero, que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, tanto no âmbito público como no privado.
Já o artigo 5º da Lei Maria da Penha, dispõe que para os efeitos desta Lei, configura violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial. Porém, no âmbito da unidade doméstica, se compreende como o espaço de convívio permanente de pessoas.
Pedro Paulo – Assessor de imprensa da Polícia Civil.

Caçador quase é devorado por onças em um seringal do Purus no Municipio de Manoel Urbano-Acre


O colono identificado até o momento por Rangel, por pouco não foi devorado ontem (20) por duas onças pintadas na região do Vale do Rio Purus em Manuel Urbano no Acre, durante uma caçada.
Segundo contou a vítima, que teve braços, pernas e cortes nos lábios e na cabeça, ele caminhava em uma estrada de seringa como fazia costumeiramente caçando animais silvestres para alimentar a família e em dado momento foi atacado pelos dois felinos que imediatamente o imobilizaram.
A sorte de Rangel, foi que um outro caçador, conhecido na região por José Aldecir, ouviu gritos de socorro e chegou a tempo de fazer disparos de espingarda para o alto quando os animais imprimiram fuga.
O caçador Rangel, foi levado ao hospital da cidade de Manuel Urbano e apesar das lesões e do susto que passou, não corre risco de morte.
A região do  rio Purus é conhecida por ser um habitat natural onde há a maior concentração de onças pintadas no estado do Acre.
Foto aérea da Cidade de Manole Urbano - Acre

Índios e ribeirinhos atingidos pela alagação continuam recebendo doações do Acre Solidário

Na manhã desta terça-feira, 20, o vice-governador César Messias se reuniu com coordenadores das ações de arrecadação para monitorar o estoque das doações e coordenar as estratégias de distribuição (Sérgio Vale/Secom) 
Populações ribeirinhas e indígenas que sofreram com a alagação continuam recebendo assistência do governo do Estado através do Acre Solidário, o movimento de mobilização coordenado pela primeira-dama Marlúcia Cândida. As doações de alimentos, colchões e roupas estão sendo distribuídas nos municípios.
Na manhã desta terça-feira, 20, o vice-governador César Messias se reuniu com coordenadores das ações de arrecadação para monitorar o estoque das doações e coordenar as estratégias de distribuição, principalmente para o município de Santa Rosa, onde 29 aldeias indígenas foram atingidas e as plantações, prejudicadas pela água.
Em Santa Rosa os índios estão recebendo alimentação (cesta básica) desde a cheia do rio. Até então, as entregas eram feitas a cada 15 dias e agora a estratégia será a cada quatro semanas. Além de 40 toneladas de alimentos que serão entregues para que se alimentem até o dia 30 de agosto, os índios das etnias Kaxinawa, Jaminawa e Kulina também vão receber kits de pesca e roupas. A Secretaria de Produção Familiar (Seaprof) já entregou kits de roçados, incluindo as ferramentas necessárias para o cultivo da terra.
“Os índios precisam receber essa atenção especial do governo porque eles fazem parte de uma cultura diferenciada da nossa, eles vivem apenas do que plantam, colhem e caçam. A alagação do Rio Purus destruiu os roçados deles, então essas famílias não têm condições de se alimentarem até que os roçados sejam replantados e estejam em condições de serem colhidos”, disse César Messias.
Quinze toneladas de alimentos já foram entregues a indígenas do Rio Purus, em Santa Rosa. Mais 40 toneladas serão levadas até agosto. Três mil índios são beneficiados com a ação solidária.
Em Manoel Urbano, ribeirinhos e a população da área urbana que foi atingida pela alagação também serão beneficiados novamente. O município receberá trezentos sacolões, 100 colchões, roupas e kits de higiene pessoal e limpeza.
Epitaciolândia vai receber 287 cestas e roupas e os ribeirinhos da zona rural de Rio Branco também serão contemplados. Para as 864 famílias detectadas pela Seaprof e pela secretaria de Produção do município, serão entregues 1.728 sacolões, além de roupas. Porto Acre recebeu na tarde desta terça-feira 200 cestas básicas, 100 colchões e 100 kits de limpeza.

Fonte: Portal do Governo do Acre

quarta-feira, 21 de março de 2012

Eles eram inimigos mortais

inimigos_postagem.jpg 

O ex.  prefeito do município de Santa Rosa do Purus Tami Sá que fazia parte da Frente Popular do Acre tinha raiva em ouvir falar do candidato da oposição Rivelino Mota, que antes criticava sua administração  nos quatro cantos da cidade, agora em busca de poder os dois resolveram esquecer todas as diferenças e se juntarem, na tentativa de comandar  a prefeitura daquela cidade.

A reportagem do Senaonline.net  manteve contato com várias lideranças da cidade de Santa Rosa e nos informaram que eles antigamente eram considerados David e Golias e agora na tentativa de confundir  a comunidade resolveram  se juntar e esquecer as desavenças, “ só que os dois antigos inimigos  esqueceram  de combinar com o povo que é quem elegem”, afirmou a líder comunitária Maria.

Fonte: www.senaonline.net "Ronaldo Duarte" 

terça-feira, 20 de março de 2012

Aliados para afundar Santa Rosa


Como sempre a CONTILNET e suas noticias sem nexo... 

SANTA ROSA DO PURUS-AC: Como ser leal a alguém que deixou o município na inadimplência!?  Talvez por sua inaptidão ou por causa de sua ganância!? Já que estamos aqui vendo notícias; Acredito esta informação sanará as duvidas dos leitores:

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenaram na manhã de ontem o ex-prefeito de Santa Rosa do Purus, José Altamir Thaumaturgo de Sá, o Tamir, a devolver R$ 392 mil e a pagar uma multa de R$ 39,2 mil. O motivo da condenação e a falta de comprovação, por meio de extratos, do dinheiro que deveria estar no caixa da prefeitura.

No mesmo processo, o gestor ainda teria deixado de investir os 60% dos valores do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) nos salários dos professores, garantindo apenas 47,9%. Ele ainda não apresentou o balanço financeiro do município e não cobrou o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).


Com tantas irregularidades, Tamir provocou a reprovação das contas da prefeitura. Os conselheiros ofereceram oportunidade para que o político pudesse se defender, mas ele preferiu não se manifestar. 

A População de Santa Rosa  devem ficar de olhos bem aberto com esse tipo de politica, estão querenda afundar de Santa Rosa em um lamaçal.


Tamir foi Prefeito de Santa Rosa do Purus por oito anos e não faz nada! e ainda ficou inelegível, não sei por quantos anos, e agora quer volta por trás da porta para tirar mais um pouco dos cofres da Prefeitura de Santa Rosa.