quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Frente subtropical traz chuvas com vendavais para o Acre.

“As chuvas devem se intensificar esta semana. São chuvas isoladas, que podem cair com menos intensidade em alguns locais e mais em outros”, acrescenta Friale.
Chuva semelhante a que aconteceu na noite do sábado (26) e madrugada deste domingo (27) pode atingir novamente o Acre, só que com queda de granizo, informa o meteorologista Davi Friale.

“Isso ocorre em função da chegada de uma frente subtropical ao estado. Essas chuvas são acompanhadas de muitos raios e ventos fortes”, disse o meteorologista.

A chuva acompanhada de temporal no final de semana passado foi a mais intensa dos últimos anos. Derrubou árvores, destelhou casas, e derrubou muros e provocou alagamentos que atingiram mais de 250 famílias dos bairros Habitasa, Boa União e São Francisco, e no Residencial Green Garden.

“As chuvas devem se intensificar esta semana. São chuvas isoladas, que podem cair com menos intensidade em alguns locais e mais em outros”, acrescenta Friale.


Hildebrando ameaça senador, procurador e desembargadora .

Ex-deputado escreveu "cartas de um desesperado", diz procurador

O ex-deputado Hildebrando Pascoal, também conhecido como o “homem da motosserra”, voltou a causar medo no Acre ao enviar três cartas, manuscritas em frente e verso, em que ameaça de morte, entre outros, a desembargadora Eva Evangelista, o procurador-geral de Justiça, Sammy Lopes, o senador Jorge Viana (PT-AC), além de um empresário da área de comunicação.

As cartas foram enviadas via Sedex a partir do presídio de segurança máxima Antonio Amaro, em Rio Branco (AC), onde o ex-coronel da Polícia Militar do Acre cumpre penas que somam mais de 130 anos de prisão por três homicídios, tráfico internacional de drogas, formação de quadrilha, crimes eleitorais e financeiros.

O conteúdo das três cartas é considerado tão grave que a desembargadora, o procurador e o presidente do Tribunal de Justiça, Adair Longuini, se reuniram na tarde desta segunda-feira (29) e decidiram tratar o caso como sigiloso em novo processo contra o missivista por causa das ameaças.

A procuradora de Justiça Vanda Denir Milani Nogueira, cunhada do ex-deputado, também participou da reunião. Pascoal também a ameaça de retaliação porque se considera abandonado pela procuradora.

- São cartas de um desesperado que se acha injustiçado e que se declara preso político. O desespero dele aumentou após ser expulso da Polícia Militar do Acre e perder o soldo de coronel - afirmou o procurador.

Sammy Lopes disse que o Ministério Público do Estado (MPE) e a Justiça do Acre não vão se intimidar com as ameaças do “homem da motosserra”.

- Quando ele pleitear benefício da progressão da pena do regime fechado para o semi-aberto, as cartas que escreveu de próprio punho serão usadas pelo Ministério Público para justificar um pedido para que a Justiça determine a permanência dele na cadeia - acrescentou o procurador.

Pascoal, que está preso há 12 anos, em setembro finalmente foi demitido ex officio do quadro da Polícia Militar pelo governador Tião Viana (PT), a partir de uma representação movida pelo MPE.

A desembargadora Eva Evangelista foi a relatora do processo em que a Justiça declarou Pascoal “policial militar indigno para o oficialato”, determinando a perda do posto e da patente, demissão ex officio, sem direito a remuneração ou indenização.

A expulsão aconteceu após transitar em julgado recurso extraordinário interposto pela defesa do ex-deputado junto ao Supremo Tribunal Federal.

A Assessoria Jurídica da Polícia Militar e a Procuradoria-Geral do Estado se manifestaram pelo cumprimento dos procedimentos administrativos necessários aos mandamentos da decisão da Justiça.

Assim como fez há dois anos, quando foi julgado e condenado por ter sequestrado, torturado e assassinado um mecânico com uso de uma motosserra e revólver, Pascoal voltou a se declarar nas cartas como sendo um preso político. Ele também chega a afirmar que conquistou “com muita honra” o soldo, que varia de R$ 8 mil a R$ 9 mil no Estado.

O advogado do “homem da motosserra” já moveu na Justiça uma ação para tentar reaver o que considera um direito trabalhista, enquanto o Judiciário e o MPE adotam as providências necessárias para dar garantias de vida aos seus integrantes que estão sob ameaça.

Fonte: Blog da Amazônia.


Quase 350 pessoas vivem com Aids no Acre.


Rio Branco concentra 80% dos casos; total de infectados pelo vírus HIV pode ser muito maior.



O número de pessoas que vivem com Aids no Acre chegou, em 2011, a quase 350, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Somente este ano foram registrados 38 novos casos da doença. A maior parte deles (80%) vive na capital.
Desde 1987, ano em que foi descoberto o primeiro caso de Aids no Estado, já foram mais de 570 infectados. O número inclui o total de óbitos, que chega a quase 230. Nos últimos 11 meses cinco pessoas morreram vítimas de complicações da doença.
geral_301111_3.jpg
USO do preservativo ainda é a forma
mais segura de evitar a Aids 
O ano de 2010 registrou 56 novos casos e 16 óbitos. Para a gerente da Divisão de Agravos Transmissíveis da Sesacre, Francimary Muniz de Lima, a redução no número de mortos se deu por causa da evolução no tratamento para combater os efeitos da patologia.
“O aporte tecnológico e o conhecimento acumulado sobre a Aids nos últimos anos no Brasil permitiu que tivéssemos um controle maior sobre a doença. Hoje o SUS (Sistema Único de Saúde) oferece todo o tratamento de forma gratuita, inclusive no Acre”.
Lima explicou ainda que Rio Branco concentra a grande maioria dos casos porque a população é maior e os hábitos são diferentes das cidades do interior. Sena Madureira e Manoel Urbano vêm logo em seguida com 22 e 17 soropositivos, respectivamente. 75% dos municípios acreanos já registraram pelo menos um caso de Aids.
A maioria dos soropositivos no Acre, incluindo as vítimas fatais da doença, são homens (336). As mulheres são mais numerosas somente na faixa etária que vai de 15 a 19 anos. Quatro pessoas acima de 65 anos estão infectados no Estado.

Dia Mundial de Luta Contra Aids

Amanhã é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. O Acre entrou na programação do Ministério da Saúde (MS) e vai promover, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), uma série de atividades com o objetivo de conscientizar a população sobre como se prevenir para evitar a infecção pelo HIV.
Neste ano o público alvo da campanha são os jovens gays de 15 a 24 anos devido à “vulnerabilidade dessa população ao HIV, sob o ponto de vista do estigma e do preconceito”, de acordo com material informativo da Sesacre.
A programação tem início amanhã, às 8h, no Senadinho, com a distribuição de preservativos e materiais informativos sobre sexo seguro e doenças sexualmente transmissíveis. Na sala climatizada do Palácio das Secretarias serão realizados, até as 17h, testes rápidos para HIV. Haverá testes também no calçadão do Colégio Acreano, no Mercado Municipal do bairro Sobral e nas unidades básicas de saúde Barral y Barral, Vila Ivonete, Eduardo Asmar e Roney Meireles.
Depois, jovens de escolas do ensino médio do Protagonismo Juvenil e projeto Saúde e Prevenção na Escola (SPE) vão às ruas pedir conscientização sobre a Aids. A concentração será às 17h, em frente ao Colégio Estadual Barão de Rio Branco (CEBRB).
De acordo com a gerente da Divisão de Agravos Transmissíveis da Sesacre, Francimary Muniz de Lima, o uso do preservativo ainda é a melhor forma de prevenção contra o HIV e outras DST’s.






Nenhum comentário:

Postar um comentário