terça-feira, 18 de outubro de 2011

Presidente Dilma sanciona lei que cria Bolsa Verde

Benefício será pago inicialmente a 3.500 famílias nos Estados da Amazônia Lega.






A presidente Dilma Rousseff sancionou ontem, a lei que cria o Programa de Apoio à Conservação Ambiental. O Bolsa Verde, como é chamado, vai pagar R$ 300 por trimestre a famílias em situação de extrema pobreza que morem em Unidades de Conservação federais e se comprometam adotar ações para preservá-las.
O benefício será pago inicialmente a 3.500 famílias nos Estados da Amazônia Legal. A meta é atender 18 mil até o fim do ano e 75 mil até 2014. O governo desembolsará com o programa R$ 10 milhões em 2011. E até 2014, R$ 230 milhões. Foi estipulado o prazo de dois anos para a transferência dos recursos, mas poderá ser renovado.
A criação do Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais também foi publicada hoje no Diário Oficial da União. O objetivo é estimular a geração de trabalho e renda com sustentabilidade, por meio da capacitação educacional e profissional, além de garantir a segurança alimentar. O programa será executado em conjunto pelos Ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.
O benefício consiste ainda no repasse de R$ 2.400,00 em, no mínimo, três parcelas e no período máximo de dois anos, a cada família.
No ano passado, o governo federal gastou 17% do Orçamento com transferências de dinheiro à população de baixa renda ou desempregada. Foram R$ 114 bilhões repassados diretamente às mãos de 31,8 milhões de pessoas. Se forem incluídos programas de transferência de renda de menor escala, o volume de verbas repassadas atinge R$ 116 bilhões. Isso é mais do que o dobro de todo o investimento da União somado - R$ 44,6 bilhões -, incluindo a parcela para construção de estradas e obras de infraestrutura.

O Globo.

Menino de 9 anos tem o olho furado por chute do pai embriagado.

Criança foi brutalmente espancada pelo pai/Fotos: Sena Online
Um ato brutal e covarde aconteceu ontem (17) por volta das 16: horas no centro da cidade de Manoel Urbano. Um indígena embriagado, transitava com seu filho de 9 anos na garupa de uma bicicleta e ao chegar próximo do prédio da Câmara de vereadores caiu com a criança que ficou com o pé preso no raio da bicicleta chorando e gritando por socorro.
 Ao ser socorrido por populares  o índio desferiu um chute na rosto da criança que teve o olho perfurado.
se revoltaram e tentaram linchar o mesmo no meio da rua. Um policial que passava pelo local precisou pedir reforço policial para impedir o linchamento. O agressor foi imobilizado e levado sob os protestos da população.
 O índio só não foi tomando das mãos do PM em decorrência da chegada de reforço, evitando a tragédia.
 Nossa reportagem estava presente no local e manteve contato com delegado titular e ele nos informou que foi feito um TCO e em seguida quando ele melhorasse da bebida seria liberado. A criança foi levada ao hospital e permanece em observação.




Fonte: ContilNet.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário